Tecnologia do Blogger.

sábado, 8 de abril de 2017

Yoshiyuki Tomino

Yoshiyuki Tomino (富野 由悠季 Tomino Yoshiyuki, nascido em 5 de novembro de 1941) é japonês, criador de anime, diretor, roteirista e novelista.

Ele nasceu em Odawara, Kanagawa, e estudou no Colégio de Arte na Universidade Nihon University.

Tomino começou sua carreira em 1963 com a companhia de Osamu Tezuka, a Mushi Productions, escrevendo os storyboards e roteiros de cena do primeiro anime televisionado, Tetsuwan Atom (conhecido como Astro Boy). Mais tarde se tornou o mais importante membro do estúdio Sunrise, fazendo diversos animes durante os anos 1970, 1980, e 1990s. Tomino é mais conhecido por transformar o gênero de super robôs para o gênero robô real em 1979 com Mobile Suit Gundam. Ele também é conhecido pelos seus numerosos prêmios, incluindo Melhor Diretor em 2006 no Tokyo International Anime Fair (pelo filme de 2005: Mobile Suit Zeta Gundam: Heirs To The Stars).

Já escreveu diversas letras para várias letras para diversas músicas para a série como o pseudônimo de Rin Iogi (井荻麟 Iogi Rin). Tomino (como Iogi) colaborou com vários artistas como Yoko Kanno, Asei Kobayashi, MIO e Neil Sedaka.

É destacado por dirigir muitos animes conhecidos por toda a sua carreira, seu trabalho mais comentado, a série Mobile Suit Gundam, começou em 1979, e continuou tendo numerosas sequências, spinoffs e franquias de merchandising, Aura Battler Dunbine, Brave Raideen (que dirigiu os primeiros 26 episódios), e muitos outros pontos. Entre seus trabalhos temos Brain Powerd (1998), Turn A Gundam (1999), Overman King Gainer (2002) The Wings of Rean (2005), e Gundam Reconguista in G, que foi finalizado em 2015.

Enquanto diversas séries em sua carreira, dirigiu diversas séries positivas, em que muitos dos personagens e protagonistas sobrevivem, no entanto, principalmente no final dos anos 70 até o início dos 90s, até o final haviam diversos personagens e protagonistas que morriam. Algumas fontes alegam que isso começou em 1973 com Umi no Triton, onde um número significativo de fações eram mortos.

Em 1975, trabalhou com Brave Raideen, seu primeiro trabalho com mecha, que dirigiu os primeiros 26 episódios. Raideen foi renovado e influênciou seu lado inovativo para máquinas gigantes e origens místicas, e foi inspiração para para muitos outros diretores e séries, incluindo Yutaka Izubuchi, uma série de 2002 , RahXephon. Ele também trabalhou em 1977 com Voltes V.

Em 1977, dirigiu Zambot 3, o episódio final em que diversos protagonistas se mataram para defender a facção antagônicam o que resultou na sobrevivência do personagem principal e de poucos terrestre. Por essa razão ele então recebeu o apelido de "Kill Em All Tomino", mesmo assim ele possui diversas séries onde a maioria sobreviveu.

Em 1979, dirigiu e escreveu Mobile Suit Gundam, que teve altíssima influência na transformação do gênero super robô no robô real. A série original foi cancelada após o 43º episódio, e sua popularidade cresceu depois que lançaran a trilogia em filme. Mobile Suit Gundam teve numerosas sequências e franquias, tornando-se o mais influente, longo e popular série de anime na história, sendo escolhido como nº1 no Top 100 Anime da TV Asahi de 2005.

Em 1980, dirigiu Space Runaway Ideon, uma série parecida com Mobile Suit Gundam que foi cancelada logo de início, mas que teve filmes posteriormente. O último filme de Ideon, feito em 1982, o Be Invoked termina com todos os personagens sendo mortos e o universo aparentemente destruído. A série que ele trabalhou logo depois, Xabungle, já é muito mais amorosa e positiva, com a maioria sobrevivendo, em contraste a Ideon.

Enquanto Aura Battler Dunbine de 1983 traz um final em que todos os heróis com exceção de um são mortos, mais uma vez seguiu com um trabalho mais leve em 1984, o Heavy Metal L-Gaim.

Em 1985, dirigiu a primeira sequência de Mobile Suit Gundam, o Mobile Suit Zeta Gundam, onde uma quantidade significativa de personagens morrem, principalmente nos últimos episódios. No entanto, a série seguinte, Mobile Suit Gundam ZZ, foi muito mais leve e a maioria sobreviveu, Em 1988, dirigiu o filme Char's Counterattack, em que alguns protagonistas são mortos. Mais tarde ele dirigiu outro filme, Mobile Suit Gundam F91 em 1991.

Em 1993, dirigiu Victory Gundam, onde uma quantidade significativa de personagens morrem. no entanto, essa foi a última série dele em que vários protagonistas morreram. Todas as posteriores são muito mais leves e em sua maioria os heróis sobrevivem.

Em 1996, escreveu e dirigiu Garzey's Wing, e em 1998 escreveu e dirigiu Brain Powerd. Em 1999, dirigui Turn A Gundam e em 2002, Overman King Gainer. Escreveu a série de 6 episódios, The Wings of Rean, que foi a primeira exibição por Internet pela Bandai Channel, a exibição começou em 12 de dezembro de 2005, com episódio final em 18 de agosto de 2006.

Filmografia


  •     Wandering Sun (1971 - Diretor)
  •     Umi no Triton (1972 - Diretor)
  •     Star of the Seine (1975 - Diretor)
  •     Brave Raideen (1975 - Diretor (primeiros 26 episódios))
  •     Choudenji Machine Voltes Five (1977 - Produtor)
  •     Invincible Super Man Zambot 3 (1977 - Escritor, Diretor)
  •     Invincible Steel Man Daitarn 3 (1978 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Gundam (1979 - Escritor, Diretor)
  •     Space Runaway Ideon (1980 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Gundam the Movie (1981 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Gundam II: Soldiers of Sorrow (1982 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Gundam III: Encounters in Space (1982 - Escritor, Diretor)
  •     The Ideon: A Contact (1982 - Escritor, Diretor)
  •     The Ideon: Be Invoked (1982 - Escritor, Diretor)
  •     Combat Mecha Xabungle (1982 - Escritor, Diretor)
  •     Aura Battler Dunbine (1983 - Escritor, Diretor)
  •     Xabungle Graffiti (1983 - Escritor, Diretor)
  •     Heavy Metal L-Gaim (1984 - Diretor)
  •     Mobile Suit Zeta Gundam (1985 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit ZZ Gundam (1986 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Gundam: Char's Counterattack (1988 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Gundam F-91 (1991 - Escritor, Diretor)
  •     Mobile Suit Victory Gundam (1993 - Escritor, Diretor)
  •     Garzey's Wing (1996 - Escritor, Diretor)
  •     Brain Powerd (1998 - Escritor, Diretor)
  •     Turn A Gundam (1999 - Escritor, Diretor)
  •     Overman King Gainer (2002 - Diretor)
  •     The Wings of Rean (2005 - Escritor, Diretor)
  •     Gundam Reconguista in G (2014 - Escritor, Diretor)

Discografia (como Rin Iogi)


    Mobile Suit Gundam


  •     "Tobe! Gundamu (Fly! Gundam)" by Koh Ikeda (Abertura)
  •     "Eien ni Amuro (Forever Amuro)" by Koh Ikeda (Encerramento)
  •     "Char is Coming" by Koichiro Hori
  •     "Shining Lalah" by Keiko Toda
  •     "Ima Wa O-Yasumi" by Keiko Toda
  •     "Kaze ni Hitori de (Alone in the Wind)" by Inoue Daisuke (Insert Song)
  •     "Ai Senshi (Soldiers of Sorrow)" by Inoue Daisuke (Encerramento)
  •     "Beginning" by Inoue Daisuke (Insert Song)
  •     "Meguriai (Encounters)" by Inoue Daisuke (co-escrita com Maso Urino) (Encerramento)

    Heavy Metal L-Gaim


  •     "Time for L-Gaim" by MIO (Abertura)

    Aura Battler Dunbine


  •     "Dunbine Tobu (Flying Dunbine)" by MIO (Abertura)

    Mobile Suit Zeta Gundam


  •     "Zeta - Toki o Koete (Zeta - Transcending Times)" by Maya Arukawa, composição by Neil Sedaka (Primeira Abertura)

    Mobile Suit Gundam ZZ


  •     "The 1000-year-old Galaxy" by Jun Hiroe (Segundo Encerramento)

    Mobile Suit Gundam F91


  •     "Eternal Wind" by Hiroko Moriguchi (Encerramento)

    Mobile Suit Victory Gundam


  •     "Stand up to Victory" (First Opening Theme)

    Brain Powerd, composição por Yoko Kanno


  •     "Ai no FIELD" by Kokkia (Primeiro Encerramento)


    Turn A Gundam, composição por Yoko Kanno


  •     "Turn A Turn" by Hideki Saijou, composed by Asei Kobayashi (Abertura)
  •     "Century Color" by RAYS-GUNS (Co-written with You-mu Hamaguchi) (Segunda Abertura)
  •     "Ojousan Naishobanashi desu (This is a private conversation, miss)" by Hideki Saijou
  •     "Tsuki no Tama (Spirit of the Moon)" by RRET Team
  •     "Tsuki no Mayu (The Cocoon of the Moon)" by Aki Okui (Segunda Abertura)

    Overman King Gainer


  •     "Overman King Gainer - Over!" by Yoshiki Fukuyama (Abertura)
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores

Total de visualizações